mulhere inesgotável: seja uma também

Viva Hilda viva! Hilda Hilst está na moda. É engraçado porque Hilda é aquela peça vintage que ninguém deu muita bola quando foi lançada à época, e de repente todo mundo encontrou no guarda roupa da avó ao mesmo tempo e decidiu que é coisa de mulher moderna. Que brusinha linda, e tava lá encostada. […]

feminismo e questões raciais na FLIP 2018

Feminismo e questões raciais na mesa mais aplaudida da quinta-feira: A mesa “Amada vida” foi a mais contundente desta quinta-feira (26.07). Tanto na apresentação de abertura de Bell Puã, quanto em momentos das falas de Djamila Ribeiro e Selva Almada, o público, que ocupou todos os assentos do Auditório da Matriz e o do Auditório […]

FLIP 2018: dois poemas pra você ler e se sentir dentro da Festa Literária de Paraty

Oi pessoal, Coletivo Lírico falando ao vivo e a cores (cheiros, paladares e todos os outros sentidos que vocês puderem sentir do lado daí da telinha do celular ou computador) direto da 15a Festa Literária Internacional de Paraty! Tudo bem com vocês? Que delícia sentir os nossos sentidos, né? Fiquei aqui pensando como o Professor […]

conhecimento prático literário: uma rapidinha com Hilda Hilst

Carinhosamente chamada de Unicórnia, por Caio Fernando Abreu, seu amigo escritor, é um dos pilares de nossa literatura contemporânea e possui uma vasta e complexa obra, incluindo a dramaturgia, a poesia e a prosa, somando um total de 40 publicações. Tá, e quem é essa dona Hilda minha gente? Porque ela era mesmo dona da […]

Há 52 anos o homem chegava na lua! E você deveria fazer o mesmo:

Neil Armstrong, Michael Collins e Buzz Aldrin – tripulação da Apollo 11 (Foto: NASA) Há 52 anos, de 16 a 24 de julho de 1969, a missão Apollo 11 entrava para a história por ser a primeira a conseguir fazer com que astronautas caminhassem pela lua e retornassem à superfície terrestre em segurança. Mas o […]

o menor poema do mundo: você.

Penso, logo existo; Existo, logo posto; Logo que posto, aposto em likes : Likes aos seus postos, quero também os comentários – e logo! Logo, porém, comento comigo mesmo que ansioso me encontro; Mas ansioso estou porque existo; E se existo apenas se posto; Fica posto que não penso que existo. Penso, e logo insisto: […]

as armas e os Barões assinalados…

Publicado em 1572, o livro Os Lusíadas, de Camões, é um clássico da literatura portuguesa. Divido em dez cantos, o longo poema épico é um grande elogio ao povo português: Resumo Na epopeia de Camões o objetivo é cantar a pátria, a história de Portugal. Os versos camonianos celebram os “feitos da famosa gente” portuguesa […]

“É chato ser brasileiro” – crônica (atualíssima) de Nelson Rodrigues

“O povo já não se julga mais um vira-latas. Sim, amigos: — o brasileiro tem de si mesmo uma nova imagem. Ele já se vê na generosa totalidade de suas imensas virtudes pessoais e humanas.” Dizem que o Brasil tem analfabetos demais. E, no entanto, vejam vocês: — a vitória final, no Campeonato do Mundo, […]

Quatro arrebatadores poemas de Hilda Hilst

Sonetos que não são Aflição de ser eu e não ser outra. Aflição de não ser, amor, aquela Que muitas filhas te deu, casou donzela E à noite se prepara e se adivinha Objeto de amor, atenta e bela. Aflição de não ser a grande ilha Que te retém e não te desespera. (A noite […]

curso gratuito: O Império do Efêmero: Moda, sociedade e individualidade

Alerta curso gratuito de moda em SP: entre os dias 22 de agosto a 26 de setembro o nosso professor muso-querido-master-inteligentíssimo Brunno Maia vai ministrar um curso maravibes na Oficina Cultural Oswald de Andrade, olha só: O curso O Império do Efêmero: Moda, sociedade e individualidade, ministrado pelo pesquisador em filosofia pela UNIFESP (Universidade Federal […]