Adriana Lima, Cindy Crawford e o etarismo

por | 16/11/2023 | 2023, Sem categoria, vida interior

confissões de uma quase quarentona

“Ela se deformou” leio em um grupo de WhatsApp.

A miga de web fala sobre o rosto de Adriana Lima, que fez aparição pública por esses dias. Pessoal estranhou o formato do rosto dela. “Deve ser corticoide” disse outra.

Eu? Bom, há algum tempo tento não julgar escolhas alheias quando o assunto é o próprio corpo, mas, você sabe como é: a alma é dengosa e a carne é fraca, a gente sempre acaba fazendo julgamento de valor, pode observar: às vezes a nossa reação já é é por si só cheia de preconceitos…

Enquanto isso, em outro pilar da construção da sociedade liquida do ano da graça de 2023, mais especificamente no Instagram, um post da revista Trip. Nele, Cindy Crawford, a modelo, aparece dizendo que envelhecer é uma sorte! Quer dizer que você não morreu. “Eu não tenho 25 anos, por que gostaria de parecer uma pessoa de 25 anos?”, disse ela.

Que conforto no peito, abraço na pele.

Eu tenho 39 anos e nunca fiz botox. Não faço procedimentos estéticos, minha drenagem das pernas é nadar no mar ou na piscina. Meu Deus, como a água rejuvenesce. Todos deveriam ter o privilégio de poder estar em contato com a água pelo menos 3 vezes por semana. O esqueleto se delicia tanto, fica todo alongando.

Voltando ao etarismo (qualquer tipo de discriminação com base na idade), que rolou na Internet: a coisa mais bonita da vida é tempo reencontrado. Sensação de passado, presente e futuro tudo junto. Quando o coração pega fogo de amor e você não sabe fazer outra coisa a não ser…ser feliz.

Pra isso acontecer, precisamos de VIDA: de memórias e sonhos colocados no liquidificador da existência e você tomando TUDO de canudinho aproveitando cada gole, cada carinho do mundo.

Não existe amanhã sem ontem. As marcas do Tempo vão ficar na gente e isso é troféu de guerra, não algo a ser escondido. Minhas histórias estão estampadas em meu rosto.

Cada linha, um poema.

Viver é uma Odisséia.




Autor:

Helô Gomes
Helô Gomes é bacharel em jornalismo, premiada nacionalmente com a obra "Cordel de Moda - arte e Cotidiano na feira de Caruaru"; cobriu as principais semanas de moda do circuito Nova York, Londres, Milão, Paris, Rio e São Paulo, publicou e apresentou pesquisas científicas a convite da USP em Dublin, Moscou, Budapeste e Cracóvia, é apaixonada por literatura e arte e no Coletivo Lírico expressa todo seu olhar sobre a moda em forma de objetos de consumo afetivos

Ver perfil e publicações >

0 comentários
Enviar um comentário

Leia mais!

Carrinho0
Seu carrinho está vazio =(
Continuar Comprando
0
Abrir bate-papo
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?