fbpx

Como ter maior autonomia sobre seus sonhos em 5 passos

Bom, claro que não é possível que a gente tenha autonomia plena e/ou controle nossos próprios sonhos por motivos de: eles são nosso inconsciente brincando no parquinho e, diz aí, quem vai determinar se a criança vai querer construir castelo de areia ou descer no escorrega na hora que ela tá solta? Só Freud.

Pois bem: o fenômeno  chamado de  sonho lúcido é uma teoria de que todo mundo tem a capacidade de ‘controlar’  – muitas pessoas têm relatado que acordam depois de sonho lúcido se sentindo muito revigoradas. Então, por que não tentar aí no seu travesseiro também?

Basicamente funciona assim: você precisa  tornar-se ciente de que você está sonhando, enquanto você está sonhando. Esta pode ser uma coisa difícil de imaginar, mas com prática e perseverança, é realmente muito simples.

Muita gente acredita que não sonha com muita frequência, mas a verdade é que todos nós, até mesmo bebês sonham várias vezes por noite, mas provavelmente você simplesmente não se lembra deles. Se você acordar diretamente de um sonho (fase REM), você estará muito mais propenso a se lembrar dele – a dica aqui é pensar no que você sonhou antes mesmo de abrir o olho! E brincar tipo de “qual é a moral da história” do que você acabou de sonhar. Sério: se você fizer qualquer coisa antes de pensar no que você sonhou, pode apostar, você nunca mais vai se lembrar dele.

Assim que você acorda e conforme o tempo vai passando, a memória do sonho decai rapidamente. E é um baita desperdício de informação sobre o seu próprio ser que vai assim, pra privada, se você não parar pra prestar atenção nas histórias que seu próprio cérebro te conta.

Por isso, separamos uma lista de 5 passos pra te ajudar a não desperdiçar essa riqueza (palmas pra Freud que foi o primeiro a entender o ouro que havia aí) e te ajudar a ser um ser humano melhor e mais sábio de si mesmo, mais ciente dos seus próprios desejos e aspirações <3

5 dicas para controlar os próprios sonhos

1. Mantenha um diário de sonhos  – Manter um registro escrito de cada pequeno detalhe de seus sonhos pode te ajudar a aprender o sonho lúcido muito mais rápido. Este é um passo muito importante, mas muitas pessoas negligenciam. Isto ensina você a lembrar de seus sonhos com mais detalhes e mais frequentemente. Nos primeiros dias você só pode lembrar de alguns detalhes, como a paisagem ou os personagens. Após a prática consistente e diária, as anotações se tornam mais e mais detalhadas.

Uma dica rápida para lembrar seus sonhos é acordar diretamente da fase do sono REM. Pode parecer difícil, especialmente quando você considera que os estágios REM só duram cerca de 20% do total de sono de um adulto, mas é realmente muito simples. Basicamente, você precisa dormir em múltiplos de 90 minutos.

Tem algo a ver com o fato de que todo um ciclo de sono (passando por todas as etapas), dura 90 minutos. Por exemplo, se você dormir à 00:00, o seu próximo ciclo começa às 01:30 e assim por diante. Aqui estão os múltiplos de 90: 00:00, 01:30, 03:00, 04:30, 06:00, 07:30, 09:00. Para colocá-lo simplesmente, você tem a opção de acordar depois de 7,5 horas (em negrito), ou após 9 horas de sono. Qualquer um desses dois comprimentos de sono lhe dará melhor chance de lembrar seus sonhos.

2. O teste de realidade (como o totem de A Origem [Inception] )  – Quando você acorda de um sonho, pode ter a consciência completa de que estava dormindo antes, mas durante o processo ele pode ter parecido indistinguível da realidade. Apesar de todas as narrativas de sonhos estranhos e complexos, quando você está neles, parece que é a vida real. Você precisa adquirir o hábito de questionar a sua realidade.

Um bom método para fazer isso é escrever um grande ‘A’ (quando acordado) na mão. Isso seria perguntar se você está sonhando ou não. Aumentar sua auto-consciência e estar mais no presente pode ajudar muito. Quando você olha para sua mão em um sonho, o ‘A’ provavelmente não estará lá (ou ele vai ficar desfocado) porque é difícil ler em sonhos.

3.  Hábitos da vida que diferem nos sonhos  – Muitas coisas que ocorrem em sonhos não são possíveis na realidade. Crie o hábito de fazer um desses métodos, pelo menos 10 vezes por dia, durante a sua vida em vigília. Este hábito irá eventualmente ocorrer durante seus sonhos, mas o resultado será diferente, assim você vai estar ciente de que você está sonhando.

  • Olhar em um espelho  - Sua imagem vai mais frequentemente aparecer borrada ou não aparecer toda em um sonho.
  • Apertar o nariz fechado e tentar respirar  – Isso será possível em um sonho.
  • Olhar para suas mãos  – linhas na palma não serão visíveis.
  • Saltando no ar  – Você geralmente será capaz de voar (ou pairar) durante os sonhos.
  • Tente encostar a uma parede  – Muitas vezes você vai cair através das paredes em sonhos.

4. Prolongar o seu sonho lúcido  – A emoção de se tornar lúcido pode despertá-lo no início. Você pode entrar  em êxtase quando se tornar consciente de que você está sonhando. Sonhadores lúcidos frequentes relataram maneiras comuns para estender o comprimento dos seus sonhos lúcidos:

  • Dê uma voltinha
  • Esfregue as mãos muito rápido
  • Caia para trás

5. Aproveite e continue praticando  – Lembre-se, quanto mais você praticar, mais frequentemente você vai ser capaz de iniciar sonhos lúcidos e mais eles vão se parecer como a vida real. A velocidade na qual você aprende a sonho lúcido varia e é baseada em diferenças individuais.

 

e não se esqueça: já dizia Xuxa: Sonho meu. Eu posso tudo que eu sonhar. Se eu levar a vida a sério e fizer direito, se eu acreditar…

 

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest

cadastre-se aqui para receber cultura, descontos e amor