fbpx

fazendo a egípcia

ARQUEÓLOGOS ACREDITAM TER ENCONTRADO A MÚMIA DE NEFERTITI, A PODEROSA RAINHA DO EGITO

Em 6 de dezembro de 1912, uma equipe arqueológica da Sociedade Oriental Alemã encontrou o famoso busto da rainha Nefertiti, localizado na oficina do escultor Tutmés, na cidade de Amarna, Egito. O busto de 50 centímetros de altura é considerado uma obra inacabada — a prova está no olho esquerdo da escultura, que não tem a córnea incrustada. A peça, uma das mais copiadas do Egito Antigo, faz parte da coleção do Neues Museum de Berlim.

OI MIGA!

Poucas vezes na história da humanidade a pessoa mais poderosa do mundo foi uma mulher. No Egito, no entanto, uma bela rainha liderou o maior império do século 14 a.C..

Era uma época de prosperidade e riqueza, graças às relações comerciais com os vizinhos da Mesopotâmia e da Ásia Menor. Era também um tempo de paz, quando a diplomacia egípcia evoluiu a ponto de surgirem inacreditáveis alianças com povos que antes só queriam saber de guerra, como o reino Mitani.

Mas por trás de toda essa calmaria uma tempestade estava se formando.

Aos 16 anos de idade, Amenhotep IV assumiu a co-regência ao lado do pai, Amenhotep III, que já estava no 28º ano de reinado. Em 1352 a.C., com a morte do velho, o rapaz herdou o poder sozinho. Quatro anos depois, sem maiores explicações, o novo faraó pirou. Mandou substituir o culto ao deus Amon-Rá, o mais importante da época, pela adoração ao deus sol Aton, representado pelo círculo solar. Trocou seu nome para Akhenaton (que significa a glória de Aton) e espalhou que ele era o enviado do novo deus à Terra.

Ordenou a construção da cidade sagrada de Akhetaton (conhecida hoje como Tell El-Amarna). E para lá transferiu a capital do Egito, para desespero dos sacerdotes e desentendimento geral da nação. Ao anunciar todo esse pacote de mudanças, avisou: “Ninguém, nem mesmo minha esposa, me fará mudar de ideia”.

A rainha 

A influente esposa citada nos discursos do faraó — fato raríssimo para a época e que mostra a importância da rainha — era Nefertiti. Não se sabe exatamente quando nem onde Nefertiti nasceu.

Nefertiti (que significa é chegada a bela) só passou a existir oficialmente (risos) após seu casamento com Amenhotep IV. Ela tinha 14 anos. Foi quando começou a aparecer nas inscrições em estelas e talatats, pequenos blocos de pedra na base das construções egípcias. São comuns estelas nas quais Nefertiti aparece ao lado do marido com suas filhas (eram seis ao todo). Cenas inéditas de carinho e intimidade familiar são mostradas.

O jovem faraó tinha duas esposas, mas a principal, a que possuía o título de Grande Esposa Real, era Nefertiti. Ao longo do tempo, sua influência só foi aumentando.

Esse crescimento pode ser visto nas imagens da rainha gravadas nas paredes dos templos em Amarna. No começo, Nefertiti aparece bem menor que Akhenaton. Com o passar dos anos, ela vai ficando cada vez maior, até alcançar o tamanho do marido — uma indicação de que seu status também foi aumentando.

Quando Akhenaton morreu, provavelmente de causas naturais, aos 34 anos — a média de vida dos egípcios, mesmo entre a elite, era de apenas 35 anos. Nessa época, as imagens de Nefertiti mostram-na usando paramentos típicos de faraó, como coroa e bastões.

Para a maioria dos especialistas, o fato sugere que ela teria assumido o trono do Egito — primeiro ao lado do marido e, depois da morte de Akhenaton, como sua sucessora.

Para a maioria dos especialistas, o fato sugere que ela teria ASSUMIDO o trono do Egito — primeiro ao lado do marido e, depois da morte de Akhenaton, como sua sucessora. Embora o assunto permaneça controverso, atualmente a opinião de que ela tenha governado como rainha única é cada vez mais aceita.

Para Zahi Hawass, secretário-geral do Conselho Supremo de Antiguidades Egípcias, não restam dúvidas sobre o poder acumulado por Nefertiti após a morte do marido. “As imagens de Amarna mostram a rainha sozinha, liderando procissões religiosas e até à frente de exércitos, posições reservadas exclusivamente aos faraós”, diz Zahi.

E, como por aqui no Coletivo Lírico a gente ADORA uma mulher poderosa, segue nossa blusinha homenagem pra você fazer a egípcia enquanto dança all the Single ladies:

MULHERES PODEROSAS? TEMOS.

PRA ARREMATAR ESSA BELEZINHA, só clicar aqui!

FONTE: aventurasnahistoria.com.br

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest

cadastre-se aqui para receber cultura, descontos e amor