Carrinho 0 x

, , , ,
Comentários desativados em GHOUD VENICE

GHOUD VENICE

GHOUD VENICE

Surfando aqui na revista italiana Grazie achei uma matéria super interessante sobre tênis na vida de quem gosta do look do dia da vida real.

lê fingindo que você está numa cantina italiana tomando um vinho gostoso:

“la voglia di esprimere il nostro stile con la praticità necessaria nella vita di tutti i giorni. Le sneakers per noi rappresentano questo e molto altro ancora!”

Poxa, sabe que concordei? Eu cada vez mais estou me tornando adepta (não exclusivamente) ao não-salto, em viagens chego a ter colocar mais na mala.

Tênis têm sido meus grandes parceiros de looks (ou rasteiras, sapatilhas, Birkenstock com meias tbm adoro e uso direto): sei lá, tenho a impressão que tênis me oferece mais possibilidade de vida, de encontros, de experiências mesmo do que um salto agulha que eu tenho que me equilibrar (e olha que sou bailarina formada pela Royal Academy, Lina Penteado, tradicional ballet de Campinas, (sou perita em fazer curativos para bolhas nos pés, conheço os melhores produtos para hidratação de pele machucada – e até queimada! rsrs recentemente fiquei mais de 1 mês sem colocar o pé no chão em função de um acidente que sofri andando de kart, queimadura de segundo grau pesadíssima; e desencravo uma unha como ninguém, ok, vou fechar esse parênteses).

Sei lá, eu prefiro gastar minha coluna e minha panturrilha no treino de natação, pedal ou corrida do que me obrigar a andar, literalmente, na ponta dos pés.

Dito posto, estou sempre em busca de marcas e propostas de modelos que atendam a minha necessidade, e descobri essa belezoca de marca chamada: GHOUD VENICE

olha só:

Primeiramente eu achei era Venice de Veneza, na Itália, depois achei que fosse Venice da Califórnia (li o site inteiro deles, a resposta não estava lá); instigada (porque a design é todo modernoso, todo cool, fiquei na dúvida) BANG, achei uma loja multimarca (Maximiliam.it) que vende os tênis de lá; a na bio vinha a descrição: couro 100% italiano.

Sério, fiquei encantada. Olha essa mistura de cores minha gente, olha esses recortes, e ainda vem de um lugar com baile de máscara?

E olha a missão da turma:

“o que é possível dentro do mercado independente do tênis” me ganhou

Vai com certeza pra minha Wish List numa próxima viagem. Eu sou medrosa de comprar frete internacional. Tô até hoje enrolando de começar a vender Coletivo Lírico pra fora – muita gente de Portugal e dos Estados Unidos segue a gente no Insta, até da África já pediram uma vez… Pra Londres já enviei, chegou rápido até, 10 dias… Não sei, a se pensar.

Vocês compram em sites internacionais?

Comentários(0)