Mil e uma perguntas filosóficas pra você brincar entre amigos

por | 5/12/2023 | 2023, filosofia, vida interior

Sugestão para Diálogo Filosófico

Anda sem assunto entre os amigos? Aqui no Coletivo a gente adora preencher silêncios com idéias, então, segue uma ajuda para a sua criatividade social.

1) No início do diálogo escolher aleatoriamente cinco números da lista em baixo.

2) Das 5 perguntas, brincar de debater qual a ordem que devem ser feitas as perguntas;

3) PRONTINHO: boa diversão, a idéia é soltar a imaginação e a reflexão

PERGUNTAS FILOSÓFICAS

1051 – Quando é que perguntar ofende?

1050 – Pensar sobre realidades paralelas leva-nos ao limite do conhecimento possível?

1049 – Pensar sobre realidades paralelas é útil para perceber a nossa realidade?

1048 – Podemos saber se a nossa realidade é apenas o reflexo de outra realidade?

1047 – A compreensão plena é impossível?

1046 – A minha realidade é a tua realidade?

1045 – Se todos passássemos a usar cadeiras na cabeça as cadeiras passariam a ser chapéus?

1044 – Qual a diferença entre consciência e consciencialização?

1043 – Existe consciência sem Seres Humanos?

1042 – O que é ser radical?

1041 – O que é ser honesto?

1040 – A morte dos pais liberta-nos?

1039 – Em que altura da vida mais cremos na felicidade?

1038 – A dúvida é uma patologia do pensamento?

1037 – É possível a honestidade radical?

1036 – De que forma a cultura de cancelamento influencia a criação?

1035 – Qual o valor do ócio?

1034 – O amor embeleza a morte?

1033 – A mentira embeleza o perigo?

1032 – A arte é material ou imaterial?

1031 – Para que serve o conhecimento?

1030 – É necessário ser moderado?

1029 – Quais as fronteiras da vida privada?

1028 – Precisamos de ter uma pátria?

1027 – A vida de cada um influencia a noção que tem do tempo?

1026 – O tempo depende do observador?

1025 – Quando é que a escuridão nos dá clareza?

1024 – A congruência é uma cena de percepção?

1023 – A Identidade Pessoal implica congruência?

1022 – Qual a relação entre congruência e coerência

1021 – Quais os limites da congruência?

1020 – Podemos ser escravos da congruência?

1019 – A congruência é algo interno ou externo?

1018 – A congruência é rígida?

1017 – O que é ser congruente?

1016 – Há mais humor no que é ou no que não é?

1015 – O que é uma natureza poética?

1014 – A espiritualidade pode ser racional?

1013 – Resiliência é submissão?

1012 – Somos proprietários da nossa morte?

1011 – O nosso contexto social leva à impotência?

1010 – A busca da identidade é fonte de ilusão?

1009 – É possível perder a identidade?

1008 – A identidade é uma ilusão?

1007 – Como gerir as ilusões dos outros sobre nós?

1006 – Uma pessoa pode representar um grupo?

1005 – Sonhar é melhor que estar acordado?

1004 – Podemos escolher ser bons?

1003 – As crianças deviam mandar?

1002 – As crianças nascem boas?

1001 – A fuga é uma fraqueza?

1000 – Ser sincero é ser verdadeiro?

999 – Ser autêntico implica dizer a verdade?

998 – Como sabemos quando devemos quebrar a lei?

997 – Até que ponto devemos obedecer?

996 – Depende de nós sermos bons ou maus?

995 – Um herói pode ser má pessoa?

994 – Um futebolista pode ser um herói?

993 – É verdade que nascemos para morrer?

992 – O ódio pode ser bom?

991 – Depende de nós sermos livres?

990 – Pensar com lógica liberta-nos?

989 – Somos mais activos ou mais passivos?

988 – Somos capazes de viver  inteiramente no presente?

987 – Comandamos a nossa razão?

986 – Posso estar consciente do que me faz escolher?

985 – O que é cultural é natural?

984 – É possível perceber o outro como um “eu”?

983 – Onde podemos encontrar o “Eu”?

982 – As coisas têm valor por si mesmas ou precisam de alguém que lhes dê valor?

981 – Vivemos a mesma vida ao longo da vida?

980 – Há alguma coisa realmente incompreensível?

979 – Há pessoas melhores que outras?

978 – Podemos ser o que queremos?

977 – Preferimos a aparência das pessoas ou a sua essência?

976 – Temos uma ou várias identidades?

975 – Um carro é uma coisa ou um conjunto de coisas?

974 – A Filosofia ajuda-nos a viver?

973 – Qual a utilidade da Filosofia?

972 – Por que queremos que os outros sejam como nós?

971 – O que nos faz fugir de nós próprios?

970 – Faz sentido ter medo do ridículo?

969 – A verdade na Filosofia é diferente da verdade na ciência?

968 – É desejável que uma relação seja estável?

967 – De que forma o conforto pode trazer desencanto?

966 – O tempo desenvolve-se ou cresce?

965 – Uma vela derretida transformou-se ou mudou?

964 – O tempo desenvolve-se ou constrói-se?

963 – Há algo que nunca muda?

962 – A mudança muda?

961 – O capitalismo é eticamente errado?

960 – O trabalho faz parte da Natureza Humana?

959 – O comunismo é realizável?

958 – O comunismo é desejável?

957 – O conflito entre as pessoas é inevitável?

956 – Aquilo em que acreditamos define quem somos?

955 – Acreditamos com base na razão?

954 – Por que é tão difícil deixar de acreditar?

953 – Ciência e fé excluem-se?

952 – A fé admite a dúvida?

951 – Um ateu é alguém que vive numa fé?

950 – O Ser Humano deixará de acreditar em Deus?

949 – É possível amar a humanidade sem fé em Deus?

948 – É moralmente mau não me apetecer trabalhar?

947 – Ser bom é uma questão de sorte?

946 – Pode a filosofia ajudar-nos a lidar com as adversidades?

945 – Devemos disciplinar a curiosidade?

944 – O tédio estimula a curiosidade?

943 – A curiosidade conduz ao conhecimento?

942 – É mais importante o processo ou o resultado?

941 – A partir da resignação podemos construir alguma coisa?

940 – A clareza coexiste com a confusão?

939 – O que nos dá mais clareza, o raciocínio ou a intuição?

938 – Para quem é que a verdade é desconfortável?

937 – Qual a coisa mais absurda que a nossa sociedade aceita como normal?

936 – Qual é a principal causa da infelicidade?

935 – É difícil ser-se feliz?

934 – A nossa felicidade depende de nós?

933 – É uma boa decisão a de ver sobretudo o lado bom das coisas?

932 – Podemos ensinar alguém a ser feliz?

931 – É possível  mudarmos a forma como pensamos?

930 – Os nossos pontos de vista sobre a realidade mudam a realidade?

929 – Há medo sem amor?

928 – Por que é que temos medo de perder aquilo a que estamos habituados?

927 – Qual a origem do medo?

926 – Enganamo-nos mais com o que depende de nós ou com o que não depende de nós?

925 – Desejar a felicidade dificulta alcançar a felicidade?

924 – Como aceitar o que não aceito?

923 – Controlamos as nossas vidas?

922 – O que é uma vida plena?

921 – A experiência real tem mais valor que a experiência sonhada?

920 – Um prisioneiro em coma durante toda a sua pena, cumpriu a pena?

919 – Quando é que a loucura é permitida?

918 – A coragem depende da esperança ou a esperança da coragem?

917 – A liberdade faz-nos sentir melhor?

916 – Quando é que a simplicidade é melhor?

915 – Se pensarmos antes as nossas acções serão melhores?

914 – Qual a diferença entre um “ser selvagem” e um “ser educado”?

913 – O obscurantismo é o maior desafio da humanidade?

912 – A diferença traz mais constrangimentos ou benefícios?

911 – Qual o ingrediente essencial da amizade?

910 – O que legitima o poder?

909 – Devemos sempre ajudar os outros?

908 – A perspectiva muda a realidade?

907 – A morte é um processo ou um momento?

906 – Quando é que a transgressão é legítima?

905 – Quando é que a vitimização é boa?

904 – O carácter público de algo altera o seu valor moral?

903 – A censura pode ser legítima?

902 – O meio faz o indivíduo?

901 – Há racismo sem intenção?

900 – É possível saber quando foi feita justiça?

899 – Qual o papel da Filosofia?

898 – Se os animais têm consciência por que é que não são considerados seres racionais?

897 – Algo mítico (inexistente) pode ser perigoso?

896 – É possível desenhar a pobreza?

895 – Quando é que somos incapazes de escolher?

894 – Há obrigações que são “prisões”?

893 – Há “prisões” que são obrigações?

892 – É bom criar expectativas além das nossas capacidades?

891 – O diferente faz-nos corajosos?

890 – Existe “demasiado amor”?

899 – Qual o verdadeiro significado do amor?

898 – Quando realmente amamos uma pessoa é possível deixar de a amar?

897 – É possível matar alguém que amamos?

896 – Um amor causado por químicos é amor?

895 – É possível ser feliz sem amor?

894 – Há sempre felicidade no amor?

893 – Por que existem ciúmes nas relações?

892 – A obsessão faz parte do amor?

891 – É bom estar loucamente apaixonado?

890 – É possível amar e odiar alguém ao mesmo tempo?

889 – Qual a relação mais importante: de amor ou de amizade?

888 – O que temos em comum com os outros?

887 – Tenho direito a um espaço pessoal?

886 – Qual o nosso espaço pessoal?

885 – Quando é que o outro nos faz falta?

884 – Faz sentido tentar mudar o mundo?

883 – Quem amamos seria outra pessoa se não a amássemos?

882 – O que dá valor às coisas?

881 – Quando devemos respeitar as tradições?

880 – As convenções fazem sentido?

879 – Por que valorizamos a sinceridade?

878 – A forma como vemos os outros é precisa?

877 – Por que é que nem sempre fazemos o que devemos?

876 – A fantasia é uma fuga?

875 – O que é viver alienado de mim?

874 – O que é viver alienado?

873 – Quanto é preciso saber para perguntar?

872 – Quais as perguntas que nos interessam?

871 – Qual a diferença entre intuição e racionalidade?

870 – É legítimo respondermos se não estivermos seguros?

869 – Por que confundimos certeza com verdade?

868 – A partir de que momento nos tornamos livres?

867 – Ser livre é seguir o seu propósito?

866 – A liberdade é uma ilusão?

865 – Existe liberdade a mais?

864 – É possível ter ausência total de liberdade?

863 – Existe a inevitabilidade?

862 – Qual o poder mais poderoso: o criador ou o destruidor?

861 – O amor-próprio é o amor mais puro?

860 – Somos mais felizes ao amar?

859 – Somos melhores pessoas quando amamos?

858 – Sem amor a vida tem sentido?

857 – O amor torna-nos livres?

856 – Escolhemos o que amamos?

855 – Somos fundamentalmente o que amamos?

854 – O amor romântico é um bom exemplo de amor?

853 – A generosidade caridosa é amor?

852 – O amor é egoísta?

851 – O amor é um sentimento ou uma emoção?

850 – Amar é necessariamente gostar?

849 – Amar implica valorizar o amado?

848 – O amor é compatível com a justiça?

847 – Para que evoluímos?

846 – É melhor ser livre ou sentir-se livre?

845 – A beleza depende dos sentidos?

844 – Há uma ponte invisível a ligar duas pessoas?

843 – O que é a podridão?

842 – Houve um início para tudo?

841 – A existência é preferível à inexistência?

840 – Se Deus é Bom pode ter criado o inferno?

839 – A religião e a ciência são compatíveis?

838 – Deus pode vir a criar um Deus?

837 – Deus é uma construção do Homem?

836 – O que é Deus?

835 – Há religiões superiores a outras?

834 – Como podemos saber se devemos convergir ou divergir?

833 – Faz sentido termos Fé em nós?

832 – Queremos a verdade mesmo quando ela não nos é importante?

831 – Qual o tempo que realmente existe?

830 – O que nos leva a ser mais narcisistas?

829 – Como relacionamos o tempo com a nossa finitude?

828 – O que faz com que rejamos as nossas vidas a toque de campainha?

827 – Marcamos o tempo ou o tempo marca-nos?

826 – O que nos impede de ver os nossos próprios erros?

825 – Por que temos dificuldade em assumir a nossa responsabilidade?

824 – O que é o conhecimento?

823 – O que  nos faz achar que o divergente está errado?

822 – Existe moralidade com Deus?

821 – Existe moralidade sem Deus?

820 – De uma forma geral o Ser Humano é mais conformista ou rebelde?

819 – Aquilo que somos é único ou comum aos outros?

818 – Somos mais um “eu” ou um “nós”?

817 – Tenho em mim mais coisas dos outros ou minhas?

816 – O que é ser autêntico?

815 – Quando sabemos que estamos a ser inautênticos?

814 – O que é ser louco?

813 – Mais ciência leva a mais ética?”

812 – O homem pode tornar-se Deus?

811 – Devemos preocupar-nos com a nossa própria morte?

810 – Por que fazemos coisas sem sentido?

809 – Arte para uns, Merda para outros. Faz sentido?

808 – É preferível a Democracia ou Epistocracia?

807 – A democracia é desejável?

806 – O que me define é o que me identifica?

805 – Somos mais bem definidos pela normalidade ou pela singularidade?

804 – O que mais nos aproxima da felicidade: a normalidade ou a singularidade?

803 – É bom ser normal?

802 – O que é uma vida normal?

801 – O que nos impede de conhecer o outro?

800 – Faz sentido falar de normalidade?

799 – Quais as diferenças que nos incomodam?

798 – É legítimo possuirmos um território?

797 – Existe uma raiva saudável?

796 – Quanto vale a opinião pessoal?

795 – O que nos interessa nas pessoas?

793 – Partilhar a dor é benéfico para quem?

792 – O que pode limitar a liberdade de expressão?

791 – Por que é que o silêncio perturba?

790 – Pode ser saudável sermos quem não somos?

789 – O que pode legitimar a infracção de uma lei?

788 – Até que ponto devemos moldar o nosso comportamento ao contexto?

787 – A dor deve ser privada?

786 – Devemos obedecer à nossa vontade ou à regras externas?

785 – Há felicidade na normalidade?

784 – Os limites impedem-nos de ser felizes?

783 – Como o dever impede a felicidade?

782 – O que é o amor?

781 – Amar por dever deixas de ser amor?

780 – O amor legitima a injustiça?

779 – Será possível felicidade sem amor?

778 – Deverá a felicidade resumir-se ao amor?

777 – É imoral quebrar regras morais inconscientemente?

776 – Um demente é capaz de agir moralmente?

775 – O que é uma acção moral?

774 – Para haver justiça tem de haver igualdade?

773 – O que é uma comunidade?

772 – O tom de um discurso conta para a sua coerência?

771 – De onde vem a calma?

770 – Quando devemos desistir?

769 – O que é ser estrangeiro?

768 – A intuição é conhecimento?

767 – Quando devemos ser politicamente correcto?

766 – Seria errado “matar” robots humanóides?

765 – Qual a diferença entre acreditar em Deus e acreditar no Pai Natal?

764 – Existe a “vontade colectiva”?

763 – O que é ser Europeu?

762 – O dinheiro torna-nos piores?

761 – O poder torna-nos piores?

760 – Qual a pior coisa para fazer na vida?

759 – Inventar uma história é inventar uma mentira?

758 – É errado andar nu na rua?

757 – Podemos viver num jogo?

756 – Queremos saber quem realmente somos?

755 – Sabemos quem realmente somos?

754 – Podemos amar uma máquina?

753 – Com desigualdade pode haver justiça?

752 – A filosofia permite atingir a excelência?

751 – Qual a melhor vida que posso ter?

750 – Qual a melhor vida que posso ter?

749 – É possível fazer-se o que não se quer?

748 – Como sei se sou preguiçoso?

747 – O que é ser engraçado?

746 – É errado comprar objectos de luxo?

745 – Posso obrigar os outros a fazer o que acho correcto?

744 – Como descobrir a verdade?

743 – É melhor ganhar ou perder?

742 – Vale a pena ser inconformista?

741 – Sou mais importante que os outros?

740 – A igualdade opõe-se à liberdade?

739 – A Filosofia pode mudar a sociedade?

738 – A filosofia pode mudar-nos?

737 – Tudo o que existe é feito de matéria?

736 – As coisas têm valor em si mesmas?

735 – As leis morais são construções humanas?

734 – Quando morremos acabamos?

733 – Como sabemos que sabemos?

732 – É possível saber alguma coisa com certeza?

731 – Existe a “vontade colectiva”?

730 -O poder torna-nos maus?

729 – O dinheiro torna-nos maus?

728 – É imoral andar nu?

727 – Por que nos rimos dos outros?

726 – Seria bom sermos visitados por extraterrestres?

725 – Vivemos num jogo?

724 – Qual a pior coisa que podemos fazer na vida?

723 – É melhor ganhar ou perder?

722 – Vale a pena ir contra as crenças do nosso grupo?

721 – Eu sou mais importante que os outros?

720 – Igualdade opõe-se a liberdade?

719 – A filosofia pode mudar a sociedade?

718 – O que é uma pessoa medíocre?

717 – Quando se pode dizer que alguém “falhou” na vida?

716 – O que é ser um “falhado”?

715 – O que é ser-se burro?

714 – Sou “burro” em absoluto ou apenas em relação a outros “menos burros”?

713 – Uma criança é burra?

712 – Qual a diferença entre um “burro” e um “ignorante”?

711 – Só é burro quem quer?

710 – Quando é que nos sentimos burros?

709 – Pode haver Felicidade em demasia?

708 – Existe progresso moral?

707 – As coisas podiam ser diferentes do que são?

706 – Para que serve a religião?

705 – É legítimo matar por vingança?

704 – Seria bom saber o dia da nossa morte?

703 – A morte é o fim?

702 – A morte existe?

701 – Quem compreende melhor a natureza: Humanos ou animais?

700 – A religião é uma forma de conhecimento?

699 – Quando é que o suicídio é um dever?

698 – O que é “ser o que sou”?

697 – Entre os Homens há mais racionalidade ou irracionalidade?

696 – Ser estranho é bom?

695 – Sentir culpa é útil?

694 – Seria bom poder alterar o passado?

693 – O que é o Homem?

692 – A cidade melhora-nos?

691 – Pode ser bom deixar o acaso decidir as nossas vidas?

690 – Quando é permitido mentir às crianças?

689 – Controlamos as nossas vidas?

688 – A vida é uma história?

687 – É bom ter medo?

686 – Podemos escolher quem somos?

685 – Devemos confiar na nossa intuição?

684 – Para ter direitos é preciso sermos dignos deles?

683 – Devemos dar esmolas?

682 – O que é uma pessoa normal?

681 – Escolhemos o que gostamos?

680 – Controlamos as emoções?

679 – As ciências tornam-nos mais humanos?

678 – O que é agir bem?

677 – Pode haver alma sem Deus?

676 – O que é agir bem?

675 – Temos alma?

674 – Por que existem guerras?

673 – É melhor ser egoísta ou altruísta?

672 – Era bom viver sem perigos?

671 – É bom ter uma vida ordenada?

670 – É sempre bom ser racional?

669 – Existem culturas superiores?

668 – É melhor ser Feliz ou Bom?

667 – Escolhias saber o dia da tua morte?

666 – Deus podia criar o Mal?

665 – É possível uma felicidade imoral?

664 – Quais os tabus actuais?

663 – O que é um tabu?

662 – O que é uma boa amizade?

661 – Preferias ter tudo ou não ter nada?

660 – Quando alguém constrói uma casa (por ex.) acrescenta algo ao mundo (ou apenas combina materiais já existentes?

659 – Se tivesses outro nome eras a mesma pessoa?

658 – Temos todos o mesmo valor?

657 – As pessoas têm um valor quantificável?

656 – O suicídio devia ser proibido?

655 – O suicídio é um direito?

654 – Morrer é um mal?

653 – Para que serve o ódio?

652 – Quem tem o poder?

651 – O que é ser moderno?

650 – O que é ser ocidental?

649 – Devemos ser optimistas?

648 – Devemos ter fé?

647 – Seria bom viver num mundo sem sofrimento?

646 – Existe o destino?

645 – Devemos “viver no presente”?

644 – O que é viver no presente?

643 – Devemos ser sempre um “espírito livre”?

642 – O que é ser um “espírito livre”?

641 – O profundo é real?

640 – O profundo é acessível a todos?

630 – A realidade é superficial?

629 – Podemos atingir o profundo partindo do superficial?

628 – Porque devo ser justo?

627 – A tecnologia pode tornar-nos mais que humanos?

626 – Como pode Deus interagir com o mundo?

625 – Deus pode ter criado o tempo?

624 – O mal e Deus são compatíveis?

623 – Seria possível viajar no tempo?

622 – Todas as religiões podem ser verdadeiras?

621 – As leis fundamentais do Universo podiam ser outras?

620 – A matemática é descoberta ou inventada?

619 – Tudo numa pessoa é material?

618 – Deus é uma pessoa?

617– Que coisas são conscientes?

616 – Se nada existisse, continuaria a ser verdade que 2 +2 = 4?

615 – O Universo irá acabar. Isso tem importância para nós?

614 – Por quê estudar o Universo?

613 – Um cientista pode ser religioso?

612 – O que é uma surpresa?

611 – Existem boas razões para acreditar em Deus?

610 – As pessoas sobrevivem à morte?

609 – O que significa a perfeição de Deus?

608 – Como surge a consciência?

607 – Existem coisas não materiais?

606 – A ciência pode encontrar Deus?

605 – Pode existir consciência sem cérebro?

604 – Podemos encontrar o sentido da vida no cosmos?

603 – Há algo além da realidade física?

602 – O mal é necessário?

601 – A Filosofia revela a realidade?

600 – A ciência revela a realidade?

599 – Para um extraterrestre 2 + 2 podia ser 5?

598 – Podemos ter crenças contraditórias?

597 – Por que sonhamos?

596 – O cérebro e a mente são a mesma coisa?

595 – Deus pode existir e não existir?

594 – Um Deus bom poderia criar o Inferno?

593 – Por que existe alguma coisa?

592 – O Nada existe?

591 – Por que nos preocupamos com o livre arbítrio?

590– Seria bom não dormir?

589 – A Filosofia e a Religião podem encontrar Deus?

588 – Como é que a Identidade Pessoal persiste no tempo?

587 – Deus é totalmente livre?

586 – Acreditar em Deus arruína o livre arbítrio?

585 – A acção moral requer o livre arbítrio?

584 – Que coisas são reais?

583 – O que causa a fé religiosa?

582 – Porquê Deus e não Nada?

581 – A morte é o fim?

580 – Uma pessoa pode ser divina?

579 – Qual a realidade mais fundamental?

578 – Seria bom ser imortal?

577 – O que é Deus?

576 – Por que se acredita em Deus?

575 – Como seria ser Deus?

574 – O Universo teve um começo?

573 – O Universo poderá acabar?

572 – Em que é que os Seres Humanos se distinguem dos animais?

571 – Se Deus sabe tudo, somos livres?

570 – A vida é um mistério?

569 – Um cérebro pode ter livre arbítrio?

568 – Quais os limites da ciência?

567 – O que é aprender?

566 – O que há de comum e diferente entre a arte e a ciência?

565 – A ciência pode tornar-nos sobrehumanos?

564 – Por que devo ser justo?

563 – A semente de um carvalho é um carvalho?

562 – Uma conversa pode provar alguma coisa?

561 – Qual diferença entre teimosia e  perseverença?

560 – A Filosofia lida com o espiritual?

559 – Podemos ter certeza de alguma coisa?

558 – A humanidade evolui?

557 – O que faz de nós melhores pessoas?

556 – A Filosofia é subjectiva?

555 – A alma existe?

554 – “Não existem pessoas más, apenas acções más”. Concorda? 

553 – É bom acreditar no destino?

552 – Deveríamos matar uma pessoa para salvar dez?

551 – O que torna algo uma obra de arte?

550 – Para que serve a arte?

549 – Quando é que proteger é mau?

548 – Obedecer é deixar de ser livre?

547 – De que é que não nos devemos rir?

546 –A religião liberta?

545 – É possível provar a existência ou a inexistência de Deus?

544 – É mais fundamental o “como” ou o “porquê”?

543 – É possível ensinar o que ignoramos?

542 – Os homens são todos iguais?

541 – O que é preciso para se ser Humano?

540 – O conhecimento tem limites?

539 – O pensamento tem limites?

538 – Damos mais importância à aparência ou à realidade?

537 – Vivemos no melhor dos mundos possíveis?

536 – Preferias viver num filme bom ou numa má realidade?

535 – Ser livre é ter tudo o que queremos?

534 – A aparência é mais rica que a realidade?

533 – Como passar da aparência à realidade?

532 – Como distinguir aparência de realidade?

531 – Para pensar devemos deixar de pensar. Concorda?

530 – Podemos conhecer uma maçã através de uma fotografia?

529 – Qual é mais belo, uma pedra ou um diamante de plástico?

528 – Somos o cume da evolução?

527 – Há conhecimento intuitivo?

526 – O nada existe?

525 – O “não” existe?

524 – É possível gostar de alguém radicalmente diferente de nós?

523 – Seria bom viver para sempre?

522 – Devemos cumprir sempre as regras?

521 – As máquinas podem pensar?

520 – É sempre necessário obedecer?

519 – Devemos ser sempre sinceros?

518 – Um serial killer pode ser um artista?

517 – Os pensamentos são reais?

516 – Tudo o que existe é material?

515 – Como distinguir “arte” de “não arte”?

514 – Querias viver num mundo sem maldade?

513 – Há algo mais importante que a Felicidade?

512 – Por que devo ser justo?

511 – Os animais têm direitos?

510 – Somos mais importantes que um insecto?

509- A Verdade é preferível à mentira?

508 – A Filosofia leva ao conhecimento?

507 – A ciência melhora o homem?

506 – O Universo é consciente? (Link)

505 – O Nada é perfeito?

504 – A espécie humana tem evoluído para melhor?

503 – O que é ser homem?

502 – Para que serve o homem?

501 – As pessoas mudam?

500 – É possível “não estar em mim”?

499- Podemos ser felizes sozinhos?

498- Somos aquilo que parecemos?

497 – “O que é verdade para mim não é verdade para ti”. Concordas?

496 – A ciência pode conhecer o amor?

495 – O que é uma pessoa bem sucedida?

494 – O que é pensar por si próprio?

493 – Há algo impossível de pensar?

492 – Existem verdades auto-evidentes?

491 – A realidade é lógica

490 – O que torna uma acção justa?

489 – O que é uma sociedade aberta?

488 – O que é ter liberdade de expressão?

487 – A sociedade corrompe o homem?

486 – Educar é melhorar os indivíduos?

485 – Somos todos filósofos?

484 – Por que acreditamos no que acreditamos? 

483 – As coisas poderiam ter sido diferentes do que são?

482 – Como é que nos conhecemos a nós próprios.

481 – Qual o melhor acesso ao conhecimento de mim mesmo?

480 – Os animais pensam?

479 – A ciência é como uma religião. Concorda?

478 – O conhecimento tem limites?

477 – O Universo podia não existir?

476 – Conhecemos a realidade?

475 – Controlamos a tecnologia ou ela controla-nos?

474 – É possível mentir a mim próprio?

473 – Há coisas que acontecem por acaso?

472 – O Universo é perfeito?

471 – A perfeição existe?

470 – O Universo é uma boa invenção?

469 – Conhecendo a parte podemos conhecer o todo?

468 – Podemos conhecer a parte sem conhecer o todo?

467 – A eternidade existe?

466 – Os ateus são crentes?

465 – Como sabemos que sabemos?

464 – Há tantas realidades quanto seres humanos?

463 – Bem e Mal são subjectivos?

462 – Qual o fundamento do bem e do mal?

461 – Existe um sentido da vida?

460 – Para conhecer as partes temos de conhecer o todo. Concorda?

459 – Para conhecer o todo temos de conhecer as partes. Concorda?

458 – Pensar é dialogar com a incerteza. Comente.

457 – Podemos ser felizes sozinhos?

456 – Somos o que aparentamos?

455 – Hoje não estou em mim. Comente.

454 – Só devemos acreditar no que vemos?

453 – A nossa vida tem objectivo?

452 – Qual o nosso lugar no universo?

451 – Pensamos melhor quando estamos embriegados ou sóbrios?

450 – Que finalidade desejaríamos para a nossa vida?

449 – Há um uso correcto para a nossa vida?

448 – Porque é que existe o ser em vez do nada? 

447 – É necessário acreditar no que nos dizem os professores?

446 – É sempre possível conhecer melhor uma coisa?

445 – Os adultos sabem mais que as crianças?

444 – Todas as opiniões valem o mesmo?

443- A verdade não pode ser posta em causa?

442 – Só a ciência nos diz a verdade?

441 – Quanto mais estudamos mais sabemos?

440 – Há coisas que não devemos saber?

439 – Nada é o que parece?

438 – Só sabemos o que nos ensinam?

437 – O Bem existe? (link)

436 – O Bem e o mal são opiniões? 

435 – Bem e Mal são reversíveis? 

434 – Por que é que somos maus?

433 – Bem e mal são construções? 

432 – Podemos ser bons e maus ao mesmo tempos?

431 – Bem e mal são conceitos absolutos? 

430 – O que é o Bom?

429 – O que é a Beleza? (link) O que é a Beleza II

428 – A beleza é subjectiva ou objectiva? 

427 – Há varios tipos de beleza? 

426 – Qual a origem da beleza? 

425 – A beleza está dentro ou fora de quem a vê? 

424 – O que faz de algo “algo belo”? 

423 – A beleza é influenciável? 

422 – Necessitamos da beleza? 

421 – Por que é que precisamos da beleza? 

420 – As palavras apontam para a realidade?

419 – O mundo é dual?

418 – A filosofia é necessária? 

417 – O que é o conhecimento? 

416 – É necessário definir algo para o conhecer? 

415 – Só pode ser filósofo quem sabe o que é a filosofia? 

414 – O que é o homem? 

413 – Qual o objecto da filosofia? 

412 – Qual o objectivo da filosofia? 

411 – Há pensamentos sem palavras?

410 – O conhecimento leva à felicidade?

409 – Há entidades mentais?

408 – A felicidade é o fim última da existência?

407 – O que é ser feliz?

406 – A verdade faz-nos felizes?

405 – A ignorância traz felicidade?

404 – Somos os nossos melhores juízes?

403 – O conhecimento espelha a realidade?

402 – A filosofia dá-nos a verdade?

401 – Somos mais o que sonhamos ou o que fazemos?

400 – O homem é mau por natureza?

399 – Por que é que existimos?

398 – O que havia antes do universo?

397 – Podemos ser imortais?

396 – O que nos faz humanos?

395 – Tudo tem uma razão de ser?

394 – O nada é alguma coisa?

393 – A vida é um caótica ou ordenada?

392 – Existe o destino?

391 – Existem a sorte e o azar?

390 – Somos independentes?

389 – Sei que existo?

388 – O que é a coragem?

387 – É possivel viver plenamente?

386 – As aparências são sempre superficiais?

385 – Somos mais que aquilo que aparentamos?

384 – Há mais realidade para além da aparência?

383 – Pensamos tudo aquilo que dizemos?

382 – Podemos dizer tudo aquilo em que pensamos

381 – O que há de mais básico?

380 – Há vidas sem valor?

379 – O que dá valor à vida?

378 – Somos eternos?

377 – Podemos saber se existimos?

376 – Ser feliz é ter prazer?

375 – Prefere a felicidade ou o prazer?

374 – Podemos encaminhar os homens para a felicidade?

373 – Por que queremos ser felizes?

372 – Como ser felizes?

371 – O que salvava de um incêndio, um desconhecido ou a Guernica?

370 – Trocaria a filosofia pelo sofrimento humano?

369 – Vale a pena viver?

368 – A arte deve ser agradável?

367 – O que nos dá melhor conhecimento do mundo: a ciência ou a arte?

366 – A arte liberta-nos?

365 – Há alguma relação entre o Belo e a Verdade?

364 – O que há de mau na liberdade?

363 – O que é ser autónomo?

362 – Hoje há menos valores que há 50 anos?

361 – Um incêndio pode ser belo?

360 – O conhecimento é uma construção ou uma descoberta?

359 – O triângulo foi descoberto ou inventado?

358 – O que é viver autenticamente?

357 – Os estereótipos são úteis?

356 – Há algo de verdadeiro nos estereótipos?

355 – O que é a virtude?

354 – O conhecimento leva-nos ao bem?

353 – Somos os únicos responsáveis pelas nossas vidas?

352 – É bom ter uma educação académica?

351 – O que é fazer as coisas “à minha maneira”?

350 – Somos mais que uma pessoa ao longo da vida?

349 – Há diferença entre ser um indivíduo e ser uma pessoa?

348 – O que te define? (trabalho, família, nome, hobbies, etc.)

347 – És aquilo que fazes?

346 – O que é uma mente aberta?

345 – É difícil comunicar?

344 – Quais os limites da comunicação?

343- É melhor pensar sozinho ou em grupo?

342 – Por que é que construímos fronteiras?

341 – As palavras criam mundos?

340 – A tecnologia impede a comunicação? 

339 – Tendo em conta o sofrimento humano, é bom haver humanidade?

338 – Para quê revelar a nossa intimidade?

337 – Podemos pensar sem linguagem?

336 – Há coisas que não podem ser ditas?

335 – É mau revelar a nossa intimidade?

334 – Tendo em conta o sofrimento humano, é bom haver vida?

333 – Vale a pena viver?

332- Matarias alguém para salvar Florença?

331 – O que salvavas de um incêndio no Louvre: um homem ou todas as obras de arte?

330 – O que é preciso para ser feliz?

329 – O que nos torna mais livres?

328 – Podemos forçar os homens a ser felizes?

327 – O que nos conduz à verdade?

326 – Seria bom podermos controlar totalmente o nosso destino?

325 – Seria bom ser eterno?

324 – Ser livre é fazer o que queremos?

323 – É possível ser totalmente feliz?

322 – Podemos ter a certeza de que existimos?

321 – Podemos enganar-nos quanto à nossa felicidade?

320 – O que dá valor à vida?

319 – O que há de mais fundamental?

318 – Podemos dizer tudo aquilo em que pensamos?

317 – O conhecimento espelha a realidade?

316 – A ignorância traz felicidade?

315 – O conhecimento traz felicidade?

314 – A felicidade é o principal fim do ser humano?

313 – A verdade conduz à felicidade?

312 – O que é ser feliz?

311 – O que é uma vida boa e como a podemos alcançar?

310 – O que faz com que a vida valha a pena ser vivida?

309 – Seria bom viver eternamente?

308 – Seria bom que a nossa vida se repetisse eternamente?

307 – A verdade é um ponto de vista?

306 – As coisas são verdadeiras?

305 – O que é a Verdade?

304 – O que nos faz felizes?

303 – A sabedoria conduz à felicidade?

302 – O prazer conduz à felicidade?

301 – A felicidade é alcançável?

300 – É preferível a verdade ou a felicidade?

299 – O que faz com que uma vida valha a pena ser vivida?

298- Preferias viver só com a razão ou só com as emoções?

297 – O “bom” é o que dá prazer?

296 – A moral opõe-se ao emocional?

295 – É pior sofrer um mal ou infligi-lo?

294 – Seria bom termos tudo o que queremos?

293 – A filosofia é uma arte?

292 – A filosofia é uma ciência?

291 – Os animais sabem que existem?

290 – A filosofia conduz à verdade? 

289 – Para que serve a filosofia?

288 – A filosofia conduz à liberdade?

287 – É legítimo acreditar em Deus sem provas?

286 – A vida é simples?

285 – O pensamento tem regras?

284 – Criamos as nossas próprias regras?

283 – Quem deve fazer as regras?

282 – O que é ser racional?

281 – O que é estar enganado?

280 – É possível sermos autênticos?

279 – A filosofia é subjectiva?

278 – A filosofia liberta-nos?

277 – As emoções libertam-nos? 

276 – A razão liberta-nos?

275 – O que é a perfeição?

274 – A perfeição existe?

273 – Há seres humanos perfeitos?

272 – Por que são precisas regras?

271 – Quando é que precisamos de regras?

270 – Quando é permitido mentir?

269 – Quando devemos ser altruístas?

268 – Quando devemos ser egoístas?

267 – Quando é que devemos aceitar a autoridade?

266 – O que é viver bem?

265 – Quando é que a vida tem sentido?

264 – A morte é compatível com o sentido da vida?

263 – Como distinguir verdades de pontos de vista?

262 – Há verdade absolutas?

261 – Existem valores absolutos?

260 – Todos os valores são subjectivos?

259 – Um daltónico sabe o que é vermelho?

258 – Quando é que devemos ajudar os outros?

257 – O que fazer para nos tornarmos mais virtuosos?

256 – O que é ser responsável?

255 – Escolhemos o nosso futuro?

254 – Podemos justificar juízos de valor?

253 – Somos responsáveis pelo nosso futuro?

252 – O que é a amizade?

251 – Como nos podemos tornar seres humanos mais livres?

250 – Há conhecimentos filosófico?

249 – Podemos controlar o nosso destino?

248 – Quando é que o ressentimento é um sentimento bom?

247 – Por que é que a religião conduz à guerra?

246 – Há beleza sem seres humanos?

245 – Há beleza noutras galáxias?

244 – O belo existe?

243 – Onde está a beleza?

242- A beleza é um sentimento?

241 – A beleza é uma ideia?

240 – O belo conhece-se?

239 – O belo pode ser feio?

238 – O que é a beleza?

237 – A cidade abre-nos horizontes?

236 – O conhecimento depende da experiência?

235 – O que é uma pessoa?

234- Existem vários tipos de pessoas?

233 – Que tipos de pessoas há?

232 – A consciência liberta-nos?

231 –  A filosofia ensina-se?

230 – Podemos conhecer a realidade?

229 – Os homens são todos iguais?

228 – Há homens inferiores?

227 – Somos racionais?

226 – Queremos ser livres?

225 – Há conhecimento falso?

224 – Posso provar que eu existo? 

223 – Existimos antes de nascer?

222 – Existimos depois de morrer?

221 – A arte perpetua-nos?

220 – É possível falar sobre nada?

219 – Obrigações são regras?

218 – Quem deve fazer as regras?

217 – Há regras sem castigos?

216 – O que é o óbvio? 

215 – Os homens são máquinas? 

214 – Os animais riem-se? 

213 – Os homens são todos iguais?

212 – A morte é uma certeza? 

211 – O que é uma vida com sentido?

210 – É possível viver sem regras?

209 – Podemos viver sem leis?

208 – Devemos seguir sempre as regras?

207 – Quem deve governar?

206 – Os outros podem mandar em nós?

205 – Podemos mandar nos outros?

204 – Há homens inferiores?

203 – Podemos castigar quem nos faz mal?

202 – Que regras devemos seguir?

201 – Os instintos podem estar certos ou errados?

200 – Quando é que devemos ser egoístas?

199 – Quem pode ter liberdade?

198 – É sempre bom ter liberdade?

197 – O que é que nós temos para sermos seres com liberdade?

196 – Para que serve a liberdade?

195 – O mundo seria melhor se todos tivessemos liberdade total?

194 – Quanto custa a liberdade?

193 – A morte é o fim?

192 – A morte é a única certeza que temos na vida? 

191 – Deus serve para alguma coisa?

190 – Deus existe?

189 – A natureza humana existe?

188 – Deus pode morrer?

187 – Existe vida para além da morte?

186 – Por que é que nos preocupamos com o passado?

185 – Por que é que nos preocupamos com o futuro?

184 – Quem somos agora determina quem vamos ser amanhã?

183 – Há mente sem ideias?

182 – Qual a diferença entre a ganância e a ambição?

181 – Por que existe o terrorismo?

180 – Por que é que os EUA são o principal alvo de terrorismo?

179 – O que é que os terroristas ganham com o terrorismo?

178 – A guerra é algo mau? 

177 – Quando é que uma imagem vale mais do que mil palavras?

176 – Um criminoso é livre para não cometer um crime?

175 – É perigoso seguir regras?

174 – Como sabemos que regras seguir?

173 – Há beleza sem seres humanos?

172 – Qual o interesse em conhecer pessoas belas?

171 – Temos o direito de castigar quem nos faz mal?

170 – Há verdade na música?

169 – Podemos alguma vez ser cruéis?

168 – As vacas são brancas e pretas?* 

167 – A água é indispensável ao ser humano? 

166 – A religião é uma filosofia?

165 – A vida precisa de um sentido?

164 – Pode o sentido da vida parecer sem sentido?

163 – Qual o poder dos sentidos sobre a vontade?

162 –O que é a beleza? 

161 – A suma bondade (de Deus) é compatível com a punição da maldade?

160 – As sombras existem?

159 – Quando é que o silêncio é conflituoso?

158 – O que significa ter razão?

157 – Amamos o que é belo ou consideramos belo o que amamos?

156 – O que é a satisfação?

-155  O que é a insatisfação?

154 – A filosofia conduz-nos à verdade?

153 – A vida humana pode ter um preço?

152 – O que é a justiça?

151 – Para que servem os mortos?

150 – Os sentimentos são conhecimento?

149 – Só os seres humanos falam?

148 – Só os seres humanos conhecem?

147 – Podemos conhecer algo inconscientemente?

146 – É importante conhecermo-nos a nós mesmos?

145 – A certeza é a verdade?

144 – O óbvio é a verdade?

143 – Podemos ver uma coisa sem a ver?

142- É importante conhecermos a verdade?

141 – O que é a vergonha?

140 – O que é a culpa?

139 – Podemos ter opiniões objectivas?

138 – Certeza é verdade?

137 – O futuro pode influenciar o passado?

136 – Posso sobreviver à morte do meu corpo?

135 – Quando devo perdoar?

134 – O que é a alienação?

133 – O que é a amizade?

132 – O que é ser amigo?

131 – Quando é que o meu eu-pessoal se opõe ao meu eu-social?

130 – O que é ser virtuoso?

129 – O que é a angústia?

128 – O que sentir-se uma pessoa?

127 – Seria bom se conhecessemos tudo?

126 – O que nos faz pensar?

125 – É possível ter a certeza de alguma coisa?

124 – É possível conhecer a verdade?

123 – O real é pensável?

122 – Toda a ignorância é igual?

121 – Devemos silenciar as opiniões erradas?

120 – O que é conhecer algo?

119 – Não provar a culpa prova a inocência?

118- Quando é que devemos evitar a verdade?

117 – O que é a transparência?

116 – O que é a liberdade? III 

115 – As regras limitam a liberdade?

114 – Quem sou eu?

113 – O que é um “eu”?

112- Uma criança que não fale é um “eu”?

111 – Há mais que um “eu”?

110 – O que é que em mim é só meu?

109 – O que é que em mim é dos outros?

108 – Eu sou o meu corpo?

107 – Eu sou os meus pensamentos?

106 – Há verdade sem conhecimento?

105 – Há conhecimento sem verdade?

104 – Existem vários tipos de verdades?

103 – Existe verdade sem linguagem? 

102 – Para que serve a verdade?

101 – É possível pensar sem qualquer referência à verdade?

100 – É possível pensar sem qualquer referência aos valores?

99 – Devemos confiar na nossa consciência?

98 – Devemos confiar nos nossos instintos?

97 – Podemos violar todas as leis?

96 – O presente é mais real do que o passado e o futuro?

95 – O óbvio é o verdadeiro?

94 – Os pensamentos podem doer?

93 – Se tudo tem um fim o que é que tem valor?

92 – Existe o nada?

91 – Pode ser legítimo matar?

90 – Há arte sem beleza?

89 – A beleza é importante para nós?

88 – Há verdade no erro?

87 – Podemos conhecer tudo o que há?

86 – O tempo é real?

85 – O amor é cultural?

84 – A vida vale a pena?

83 – A filosofia pode ser prática?

82 – O que é a filosofia?

81 – O outro é um limite à minha liberdade?

80 – Porque existe o mal?

79 – Existe o bem e o mal?

78 – A vida tem sentido sem Deus?

77 – Por que é que a vida ganha sentido com Deus?

76 – Somos livres?

75 – Perguntas filosóficas podem ter respostas empíricas?

74 – A filosofia depende da ambiguidade dos termos?

73 – Pode a filosofia morrer?

72 – Os conceitos podem ser bonitos?

71 – É possivel criar uma necessidade?

70 – É melhor filosofar sozinho ou acompanhado?

69 – O que é a beleza para um cego?

68 – Os homens são máquinas?

67 – O que é ser bom?

66 – Quando é que a segurança limita a liberdade?

65 – As regras limitam a minha liberdade? 

64 – Um escravo pode ser livre?

63 – A filosofia opõe-se à vida?

62 – A filosofia conduz à felicidade?

61 – O objectivo da filosofia é a felicidade?

60 – O amor traz felicidade?

59 – A poesia pode ser filosofia?

58 – O homem descobre-se ou inventa-se?

57 – Em que é que filosofar se equipara a morrer?

56 – As ideias podem impedir-nos de pensar?

55 – A nossa personalidade impede-nos de pensar?

54 – A arte é uma linguagem?

53 – A música é uma linguagem? 

52 – As crianças sabem fazer filosofia? 

51 – O “Penso logo existo” é necessáriamente verdadeiro? 

50 – Sem ideias haveria beleza?

49 – A aparência influencia a maneira de ser?

48 – Somos todos filósofos?

47 – Quando é que a vida tem sentido? 

46 – Qual a origem das ideias?

45 – O tempo existe independentemente de nós?

44 – As ideias são reais?

43 – Qual a realidade das ideias?

42 – As ideias reflectem a realidade? 

41 – Existem verdades absolutas? 

40 – Existem verdades morais? 

39 – Existem unicórnios? 

38 – Podemos ter a certeza que existimos?

37 – Podemos ter a certeza que o mundo existe?

36 – A Terra é ésférica?

35 – Os gostos discutem-se?

34 – Devo acreditar na minha mãe quando ela me diz que não posso ser filósofa? 

33 – O que pensamos define-nos?

32 – A linguagem revela-nos o mundo?

31 – Temos acesso directo às nossas ideias?

30 – Somos a mesma pessoa desde que nascemos?

29 – A inconsciência de um louco torna-o livre? 

28 – Onde está o Porto? 

27 – Onde é que as palavras se encontram com as coisas?

26 – A ciência mostra-nos a realidade?

25 – De que forma a imprecisão mental pode influenciar a solução de problemas

24 – A verdade é a realidade?

23 – Conhecemos melhor através dos sentidos ou através das ideias?

22 – O que é o sentido da vida?

21 – Podíamos viver sem ideias?

20 – Podíamos viver só com as ideias dos outros?

19 – Devo obedecer sempre aos meus pais

18 – Podemos ter ideias confusas?

17 – O que é uma ideia?

16 – Qual a origem das ideias?

15 – Ser livre é fazer tudo o que queremos?

14 – O outro favorece a minha liberdade?

13 – Para ser livre basta ser independente?

12 – A liberdade adquire-se?

11 – Podemos obedecer e ser livres?

10 – A liberdade é um estado de espírito?

9 – O que é a liberdade?

8 – A morte é um limite à liberdade?

7 – O estado é inimigo da liberdade?

6 – A arte liberta-nos?

5 – A arte pode impedir a nossa liberdade?

4 – Somos livres para mudar?

3 – O mundo é um obstáculo ou um veículo da nossa liberdade?

2 – O que é uma pessoa?

1 – Existem pessoas não humanas?

Ufa! Haja existência pra tanto sentimento.

 coletivolirico.dialogos.jpg
coletivolirico.dialogos.jpg

Obrigada Filosofia Crítica




Autor:

Helô Gomes
Helô Gomes é bacharel em jornalismo, premiada nacionalmente com a obra "Cordel de Moda - arte e Cotidiano na feira de Caruaru"; cobriu as principais semanas de moda do circuito Nova York, Londres, Milão, Paris, Rio e São Paulo, publicou e apresentou pesquisas científicas a convite da USP em Dublin, Moscou, Budapeste e Cracóvia, é apaixonada por literatura e arte e no Coletivo Lírico expressa todo seu olhar sobre a moda em forma de objetos de consumo afetivos

Ver perfil e publicações >

Confira nossos produtos!
0 comentários
Enviar um comentário

Leia mais!

Carrinho0
Seu carrinho está vazio =(
0
Abrir bate-papo
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?