o menor poema do mundo: você.

Penso, logo existo;

Existo, logo posto;

Logo que posto, aposto em likes :

Likes aos seus postos, quero também os comentários – e logo!

Logo, porém, comento comigo mesmo que ansioso me encontro;

Mas ansioso estou porque existo;

E se existo apenas se posto;

Fica posto que não penso que existo.

Penso, e logo insisto:

Existo em pensamento porque não desisto;

Por favor não me Descartes!

Existe uma saída pro pensamento : deslogar – e logo!

<atualizando>

Portrait of René Descartes, Frans Hals, 1649

Uma homenagem a todos os egos, super egos e id’s:

Gostou? Clica aqui então e garante a sua pro brilho, miga!

 

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest