Por que é importante viajar?  

por | 2/05/2023 | 2023, cultura, Curiosidades, feminismo, lifestyle, prosa & poesia, viagem, vida interior

Você sabe quando surgiu a viagem turística? 

A gente te conta! A Revolução Industrial, começada no século XVIII, consolidou o turismo como uma atividade socioeconômica, principalmente pelo grande fluxo de dados, com revistas, mapas e guias de viagens. Thomas Cook, em 1841 fretou o vagão de um trem, e realizou a primeira excursão organizada do mundo contando com um roteiro pré- definido. com o trabalho de pessoas como Thomas Cook,empresas especializadas em turismo vão surgindo, assim como revistas e mapas. Nesse momento, o turismo vai se divergindo das viagens tradicionais, em nome da religião e poder, como antes visto. As viagens denominadas turísticas são voltadas para própria satisfação, um investimento em nome de seu conhecimento, status ou bem estar.

As décadas seguintes são marcadas pelo aumento expressivo da atividade turística e o uso de novos meios de transporte, como os aviões.

Viagem (do latim “viaticu”, pelo provençal “viatge”) é o movimento de pessoas entre locais relativamente distantes, com qualquer propósito e duração. 

Na Grécia antiga, as viagens marítimas pelo Mar Mediterrâneo favoreceu muito a economia grega, pois a infertilidade das planícies gregas tornou a produção agrícola insuficiente para atender a necessidade de consumo. O relevo impedia a produção adequada de alimentos, na mesma proporção da demanda.

O automóvel (lançado em 1886, no século XIX) foi o grande impulsionador das viagens privadas e para fins recreativos. A liberdade que trouxe às pessoas e a rapidez com que se passaram a cobrir as distâncias foi um dos grandes motivos para deslocações e troca de experiências e culturas. 

Mais tarde, o avião (agora já estamos em meados do século XX) com bilhetes a preços acessíveis viria a facilitar ainda mais as viagens a uma escala global.

O legal de viajar é que você conhece novas culturas, novas pessoas, vive novas experiências (se você se permite ser viajante, não apenas um turista) e acaba por expandir o cérebro com novas sensações e reflexões.

E é aquela história, né? O Cérebro é igual ao paraquedas: abriu, é só voar.




Autor:

Helô Gomes
Helô Gomes é bacharel em jornalismo, premiada nacionalmente com a obra "Cordel de Moda - arte e Cotidiano na feira de Caruaru"; cobriu as principais semanas de moda do circuito Nova York, Londres, Milão, Paris, Rio e São Paulo, publicou e apresentou pesquisas científicas a convite da USP em Dublin, Moscou, Budapeste e Cracóvia, é apaixonada por literatura e arte e no Coletivo Lírico expressa todo seu olhar sobre a moda em forma de objetos de consumo afetivos

Ver perfil e publicações >

Confira nossos produtos!
0 comentários
Enviar um comentário

Leia mais!

Carrinho0
Seu carrinho está vazio =(
Continuar Comprando
0
Abrir bate-papo
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?