fbpx

Qual a diferença entre o preço e o valor de um produto

28 de setembro de 2009: esta foi primeira vez que as camisetas foram citadas no Sanduiche de Algodão neste post sobre o que é uma T-Shirt Podrinha.

Depois a Anna Wintour apareceu num post curioso sobre o fato de que ela nunca carrega a própria bolsa nos desfiles das semana de moda e, sem querer querendo, percebi que escolhi pra ilustrar o conteúdo justamente uma imagem que a editora-supra-sumo do mercado editorial fashionsta aparecia, vejam só vocês, de camiseta.

Depois teve post que gerou polêmica por conta do valor de uma camiseta da Lanvin aqui – pra resumir a ópera, o assunto girou em torno de uma peça da marca feita em seda e com detalhes artesanais de produção; algumas meninas acharam que o preço valia, outras, por sua vez, consideraram tudo um aburado.

E é aqui que este post, quase 11 anos depois começa: queria conversar com vocês a respeito da diferença de conceito entre: PREÇO e VALOR.

Vamos lá?

+ para um produto ganhar vida ele tem CUSTOS diretos e indiretos. Os custos diretos são os insumos pra produção da peça – algodão, tinha, linha etc.. os indiretos são aqueles que envolvem aluguel do espaço, água, luz, telefone, gás e internet (assinatura, hospedagem e atualização de sua página).

+ já o valor é uma medida, muitas vezes subjetiva, que ajuda o empreendedor a descobrir o preço mais adequado para o seu produto ou serviço. Ele não é resultado de um cálculo preciso, mas de uma série de elementos que podem enriquecer a experiência do consumidor.

Aqui no Coletivo Lírico a gente busca oferecer pra vocês muito mais do que uma camiseta: a gente quer que vocês vistam, literalmente, uma idéia.

São pensamentos no campo da arte, da matemática, da filosofia, da biologia, da ciência, da humanas, do humor e, claro, do SER humano.

nós queremos clientes pensantes, não apenas um cartão de crédito.

uma transferência de experiências, não uma transferência bancária.

por isso pedimos – por nós e por todas as marcas que vocês seguem no instagram e que, vocês sabendo ou não, sejam elas de pequeno ou grande porte mas que COM CERTEZA têm almas por trás de cada mensagem em cada rede social, não perguntem:

“valor?”

“qto?”

“frete?”

nos comentários.

ou muito menos deixem comentários ignorando por completo a existência do login que lê cada mensagem deixada em um perfil, falando do produto ou do post como se ele tivesse um fim em si mesmo e não uma equipe que cuida daquele conteúdo com afeto e dedicação.

a Internet (e/ou a tela do seu celular), apesar de aparecer através de uma tela, é feita de corações.

obrigado.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

cadastre-se aqui para receber cultura, descontos e amor