mulhere inesgotável: seja uma também

Viva Hilda viva! Hilda Hilst está na moda. É engraçado porque Hilda é aquela peça vintage que ninguém deu muita bola quando foi lançada à época, e de repente todo mundo encontrou no guarda roupa da avó ao mesmo tempo e decidiu que é coisa de mulher moderna. Que brusinha linda, e tava lá encostada. […]

feminismo e questões raciais na FLIP 2018

Feminismo e questões raciais na mesa mais aplaudida da quinta-feira: A mesa “Amada vida” foi a mais contundente desta quinta-feira (26.07). Tanto na apresentação de abertura de Bell Puã, quanto em momentos das falas de Djamila Ribeiro e Selva Almada, o público, que ocupou todos os assentos do Auditório da Matriz e o do Auditório […]

FLIP 2018: dois poemas pra você ler e se sentir dentro da Festa Literária de Paraty

Oi pessoal, Coletivo Lírico falando ao vivo e a cores (cheiros, paladares e todos os outros sentidos que vocês puderem sentir do lado daí da telinha do celular ou computador) direto da 15a Festa Literária Internacional de Paraty! Tudo bem com vocês? Que delícia sentir os nossos sentidos, né? Fiquei aqui pensando como o Professor […]

Quatro arrebatadores poemas de Hilda Hilst

Sonetos que não são Aflição de ser eu e não ser outra. Aflição de não ser, amor, aquela Que muitas filhas te deu, casou donzela E à noite se prepara e se adivinha Objeto de amor, atenta e bela. Aflição de não ser a grande ilha Que te retém e não te desespera. (A noite […]