post-poema da auto estima, ó:

Menina e Moça (pra ler escutando essa música aqui) Está naquela idade inquieta e duvidosa, Que não é dia claro e é já o alvorecer; Entreaberto botão, entrefechada rosa, Um pouco de menina e um pouco de mulher.Às vezes recatada, outras estouvadinha, Casa no mesmo gesto a loucura e o pudor; Tem coisas de criança […]

para ler de graça: os melhores livros de romance dos quatro cantos do mundo

Quer ler mas não gosta de andar com o livro físico? Tem vontade de conhecer as grandes obras da literatura embora o orçamento não permita grandes extravagâncias – porque, verdade seja dita, se você não acha a obra num sebo,  haja temerzinho pra suprir tanto desejo letrinhas, não é mesmo? Pensando em estimular a sua […]

Uma Carta, Machado de Assis

“Há um vago número de muitos meses que me vê olhá-la, olhá-la constantemente, sempre com o mesmo olhar incerto e solícito. Eu sei que tem reparado nisso. E como tem reparado, deve ter achado estranho que esse olhar, não sendo propriamente tímido, nunca esboçasse uma significação. Sempre atento, vago e o mesmo, como que contente […]