Vai uma camiseta do Harry e da Meghan aí?

harry_meghan_camiseta

O beijo (original em alemão: Der Kuss) é um quadro do pintor austríaco Gustav Klimt,  óleo sobre tela, 180×180 centímetros, pintado entre 1907 e 1908 e que: é carnaval de sensação.

Na cena, o casal se encontra a beira de uma cama formada por flores e atrás dos amantes apenas um vazio salpicado em ouro. O mundo deles não é o nosso: é o mundo de fantasia, da intimidade, daquela “bolha” que a gente entra quando se conecta pra valer com alguém, sabe?

O Beijo é uma pintura intensamente erótica e apaixonante (todo mundo aí também sente essa vibração?)  e ela é o maior exemplo da fixação pelo sexo que Klimt possuía, pois a imagem do casal unido gera um elemento fálico. Contudo, o momento eternizado pelo pintor é o mais terno e o romântico de uma relação amorosa, o beijo.

Os corpos do casal tão separados por estampas distintas (para um pouquinho pra observar, é uma delícia ver como as cores se misturam e se distanciam a partir de suas combinações) é um momento de plenitude! A roupa do homem é coberta de formas retangulares, escolhidas como símbolo da masculinidade. Enquanto, as imagens arredondadas, curvas e floridas, do vestido são compreendias como elementos da feminilidade. <3

Curiosidade: Viena, no período, era um centro de estudos da sexualidade e sociedade – onde Freud e outros profissionais depois vieram a elaborar a teoria que revolucionaria a sociedade. Detalhe: mesmo com uma presença super imponente, o rosto dos homens geralmente fica escondido nas obras e só aparece o rosto do corpo feminino! Olha só:

arte austríaca, Gustav Klimt, O Beijo

 As flores e arbustos que formam uma cama na pintura são os únicos elementos que parecem ligar os amantes ao mundo real:
Sobre o casal, muitos especialistas afirmam que seria praticamente um retrato de Klimt com Emilie Flöge, (Viena, 1874 – Viena 1952) – eterna companheira e musa do artista – como amantes, oin!

Quer ver outros quadros em que ele também pintou o amor? Vem com a gente:

© Gustav Klimt, “Ode à Alegria”.

© Gustav Klimt, “O Abraço”, 1905-1909.

E o que a gente fez?

Misturamos tudo e fizemos uma camiseta em homenagem ao casório do ano da Meghan e do Harry:

Quem aí gostou faz chuva de arroz!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest