Vincent Willem van Gogh foi um pintor pós-impressionista holandês do século XIX. Apesar de sofrer de ansiedade e ter crises de desequilíbrio mental, suas obras influenciaram variadas frentes da arte de seu tempo e, sua póstuma fama cresceu especialmente após a exibição das suas telas em Paris, em março de 1901, tornando-se assim, um dos mais importantes artistas da história. No entanto, o que poucos sabem é que durante os últimos anos de sua vida, Van Gogh costumava ingerir tinta amarela porque julgava que tal atitude iria muni-lo de… felicidade!

Eu tenho um pouco de girassol – Van Gogh

Uma luz, que na falta de palavra melhor, não posso denominá-la de outro modo, senão amarela – Van Gogh sobre os girssóis

Para superar esse elevado tom de amarelo a que cheguei neste verão, tiver de superar limites – Van Gogh em carta ao irmão Theo

Quando observamos a série de girassóis de Van Gogh bate um sentimento de exuberância, diz aí?  A cor amarela, que invade toda a tela, deixa qualquer olhar extasiado. Bom, ali também encontramos os tons vermelhos, azuis e verdes, que parecem ter a função de apenas realçar a luminosidade do amarelo.

Segundo alguns diagnósticos não comprovados, Vincent van Gogh sofria de xantopsia (visão dos objetos em amarelo) e, por essa razão, dava-se o exagero do amarelo em sua pintura. Outra teoria fala sobre o uso de digitalis, receitado pelo doutor Cachet, que poderia ter ocasionado sua visão amarelada. E outros documentos ainda relatam que, na verdade, ele era daltônico. Trocando em miúdos, quanto mais famoso é o gênio, maior é o número de teorias:

Pensando nisso, a gente decidiu criar uma camiseta-homenagem pra esse pintor, que fosse clássica, eterna e, ao mesmo tempo: vibrante!

E a nossa teoria aqui no Coletivo Lírico é que a camiseta amarelo Vang Gogh é linda demais. FIM.

Pra comprar a sua (e dá pra dividir em até 3 vezes sem juros) só clicar aqui!

Boa poesia pra vestir pra você! <3